Marketing no Varejo - Confira 4 Dicas

O principal objetivo do marketing no varejo é aumentar as vendas não é mesmo?

A busca pelo aumento dos resultados, valorização de marca e crescimento da empresa é algo constante e que exige bastante dedicação e planejamento.

Nesse post vamos falar sobre algumas estratégias que você pode colocar em prática e começar a aumentar as suas vendas:

1- Promoções

As promoções são as estratégias de marketing no varejo mais conhecidas e mais utilizadas. Basta uma data comemorativa ou mudança de estação climática que já podemos encontrar nas vitrines as placas de promoção ou desconto.

Desde seu início, essa medida é muito eficaz para chamar a atenção dos clientes, porém é uma estratégia que precisa de planejamento e cuidado.

Antes de sair baixando os preços, é preciso entender quais são os impactos que isso pode trazer para a loja, entender qual é a margem de lucro e verificar se é necessário a realização de uma promoção para estimular a saída de determinado produto.

Não é recomendado que promoções de desconto durem por muito tempo. Se os clientes percebem que um produto está sempre em promoção, ele não terá a sensação de urgência para realizar aquela compra.

Lembre-se, promoções chamam a atenção dos clientes, mas elas devem acontecer sempre com objetivos claros como: rotatividade de estoque, troca de coleção, ação especial em datas especiais e liquidação por exemplo.

Defina suas necessidades e lance suas promoções!

2- Estratégias de fidelidade

Um tipo de estratégia de marketing no varejo que é muito simples, porém muito eficaz, é a exploração de técnicas de fidelização.

O cartão fidelidade onde o cliente ganha um valor em compras ou um produto ao completar uma cartela é um bom exemplo disso.

Nesse caso a estratégia não tem grandes riscos, mas ainda assim, é preciso que seja feito com cautela para que o prêmio oferecido não tenha grande impacto nas margens de lucro.

Outra técnica que é bastante usual é o cliente acumular pontos e poder trocar por prêmios.

Para as empresas que investem em CRM (Customer Relationship Management – Gestão de Relacionamento com o Cliente), o cartão fidelidade é uma excelente forma de aprimorar a relação do cliente com a empresa.

Com um sistema como esse em conjunto com uma ação de fidelização, você pode conseguir aproximar a comunicação com seus clientes, oferecer produtos mais próximos do perfil deles e até criar ações personalizadas.

3- Visual Merchandising

Sua vitrine é provavelmente o primeiro impacto que sua loja e produtos podem causar nas pessoas que estão passando pela frente da sua loja, portanto use muito bem essa ferramenta.

Invista em decorações temáticas, utilize elementos que chamem a atenção das pessoas e instigam curiosidade.

Lembre-se que esse é seu cartão de visita, então use de suas peças conceituais de coleção ou carro chefe da loja para garantir que o seu melhor está exposto garantindo a atenção e interesse dos clientes.

Faça alguns testes e observe o comportamento das pessoas ao passar em frente à sua loja: como elas têm reagido? Estão sentindo curiosidade para saber mais sobre os produtos? Estão chegando perto para ver melhor a vitrine ou têm ignorado a loja?

Descubra quais elementos têm mais resultados positivos e explore-os.

4- Marketing Sensorial

Umas das melhores estratégias de marketing no varejo é o marketing sensorial. Através dele é possível estimular os 5 sentidos (visão, audição, paladar, olfato e tato) dos clientes durante sua permanência na loja.

Essas ações criam uma relação emocional entre o cliente e a marca graças ao seu comportamento diante dos estímulos sensoriais, e ainda, desenvolvem o que chamamos de memória afetiva, ou seja, o cliente lembra da loja se for exposto novamente a uma música que ouviu na loja, ou a algum cheiro que sentiu lá.

Existem diversos estudos mostrando que o marketing sensorial é capaz, inclusive, de aumentar as venda, uma vez que quando nossas boas emoções são ativadas, o cliente tem um aumento de dopamina (hormônio do prazer) que poderá deixá-lo mais animado e impulsivo aumentando as chances de consumir mais do que estava programando.

Dentro de todas as opções de estratégias do marketing sensorial, a utilização de música nos ambientes é a mais comum e tem maior custo benefício, pois a implantação é fácil, a contratação de um especialista tem ótimo custo benefício e ainda é fácil de fazer alterações sempre que a loja precisar.

Empresas especializadas nesse tipo de ação no varejo trabalham para criar playlists com músicas que realmente podem despertar as melhores sensações nos possíveis clientes, promovendo o consumo.

As estratégias olfativas também são muito comuns.

Principalmente em lojas de roupas, algumas empresas desenvolveram perfumes capazes de despertar a lembrança daquela loja no dia a dia das pessoas que por ali já passaram.

Algumas marcas, cientes de como isso tem sido muito eficiente, começaram a vender frascos com os perfumes, para que as pessoas levassem “um pedacinho” da loja para casa sem saber que, na verdade, aquele odor vai estimular que a pessoa queira visitar a loja novamente, aumentando a frequência com que se compra e, por consequência, tornando positivo o caixa da empresa.

Conclusão

Com certeza, se você cuidar direitinho das suas promoções, visual merchandising e marketing sensorial e ainda somar tudo isso a uma ação de fidelização, sua estratégia de marketing no varejo trará muitos resultados positivos em vendas e clientes satisfeitos.

Esse post foi oferecido pela ListenX, empresa criadora do Atmosfera, software desenvolvido para facilitar a implantação de marketing sensorial e criar uma experiência incrível nos pontos de venda através da música com o melhor custo benefício.

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *