decisão de compra

 Gostamos de pensar que estamos no controle de como gastamos nosso dinheiro.  

Ao decidir qual cereal comprar, por exemplo, as pessoas podem citar fatores como nutrição, preço, valor e reputação da marca como considerações importantes.  

No entanto, estudos mostram que, na verdade, não somos tão racionais como achamos que somos. 

A tomada de decisão irracional é muito comum, simplesmente porque nós dependemos das emoções para tomar decisões. 

Mas, na verdade, as decisões são influenciadas por vários fatores externos que alteram nosso processamento de informações.  

A maneira como interagimos com esses estímulos ambientais pode afetar seriamente nosso comportamento de compra.  

Por isso, preparamos um artigo que falará sobre como o ambiente externo pode afetar a sua tomada de decisão na hora de fazer uma compra. 

Confira abaixo! 

1- A questão do tempo 

Pense na última vez em que você tomou uma decisão rápida.  

Quando influências externas forçam as pessoas a tomar uma decisão rápida, elas tendem a ter uma visão mais limitada e consideram menos fatores do que normalmente considerariam.  

Em vez de pesar os custos e benefícios de várias marcas, o consumidor escolherá com base características menos relevantes. 

Mas por que isso importa?  

Porque você pode utilizar alguns gatilhos mentais para conseguir clientes de forma mais rápida para o seu negócio.  

Portanto, se você notar que alguns clientes compram um produto sem ter a consciência da real necessidade em obter o produto, considere direcionar sua atenção para os recursos mais importantes. 

Por exemplo: alguém que está atrasado para o trabalho e precisa comprar algo para comer, se preocupará mais com o preço do que com a questão nutricional, já que essa pessoa não terá muito tempo para fazer uma escolha mais saudável. 

2- Estação do ano 

A estação do ano pode ter um efeito menos óbvio nos consumidores, mas ainda afeta de várias maneiras – e não estamos falando de vender botas de couro em junho, quando é inverno.  

No início do ano, tendemos a criar mais disciplina com o próprio corpo, o que ajuda a explicar um aumento nos serviços que promovem a saúde (por exemplo, academias).  

Por outro lado, presentes para festas como aniversários tendem a se concentrar mais no momento atual.  

Nesse sentido, estudos realizados nos Estados Unidos provaram que as pessoas que se preocupam mais com o futuro preferem bebidas que causam mais excitação, enquanto as pessoas focadas no presente preferem uma bebida as deixe mais tranquilas. 

Mas por que isso importa? 

Você pode criar um calendário de planejamento que considera como as pessoas estão se sentindo sobre suas metas e decisões, dependendo da época do ano.  

Use o entusiasmo delas mesmas como estratégia ao promover uma marca no início do ano, quando é provável que as pessoas estejam se preocupando mais com o futuro do que com o presente. 

Por exemplo: os feriados podem não estar associados ao aumento da compra de doces, mas as pessoas tendem a comer mais doces nos feriados.  

Uma estratégia nesse caso seria criar campanhas de venda de doces antes dos principais feriados.  

3- Humor também afeta a decisão de compra  

Nosso ambiente afeta nosso humor e nosso humor afeta nossas decisões de compra.  

Ambientes específicos também podem influenciar nosso humor. Por outro lado, ambientes com energia negativa também impactam o consumidor de uma forma negativa. 

Mas por que isso importa?  

Ambientes gerais e específicos podem afetar as pessoas. Pense no ambiente do consumidor ao interagir com uma marca. Evite o posicionamento da mídia em um ambiente associado a emoções negativas ou frustrantes. 

Por exemplo: um programa de TV negativo pode transferir sentimentos negativos indesejados para um anúncio feito por alguma empresa.  

É importante lembrar que os consumidores têm inúmeros fatores ambientais que influenciam a maneira como interagem com o marketing.  

É por isso que é extremamente importante pensar no contexto ao criar e testar novas campanhas para seus clientes. 

O que mais pode determinar se um cliente comprará o produto ou não? 

Os comentários são importantes para um cliente decidir se vai comprar o seu produto ou não. 

Muitos estudos nos últimos anos confirmaram o que já sabemos: as pessoas leem críticas e decidem o que comprar com base nelas. 

Cerca de 88% afirmam confiar nas avaliações online tanto quanto nas recomendações pessoais. 

Existe uma forte correlação entre as estrelas de avaliação de um produto e o número de pedidos.  

Portanto, comece a reunir avaliações em seu site.  

Mais avaliações podem ajudar a isolar comentários negativos de um cliente que não gostou do serviço.  

Dito isto, não exclua comentários negativos. Na verdade, eles ajudam nas vendas se houver apenas alguns deles.  

Se houver muitas críticas negativas, a maioria das pessoas fica naturalmente desestimulada e procura outro lugar para fazer a compra. Portanto, cuide bem da sua reputação! Isso pode prejudicar muito a decisão de compra do cliente!

As pessoas reúnem recomendações de compra de fontes mistas. Isso ajuda a definir a decisão de compra do cliente

 

Embora a mídia social e a internet sejam as principais fontes de informações, os clientes tomam decisões de compra usando uma combinação de Inbound Marketing, Outbound Marketing e conversas com amigos e familiares.  

De acordo com alguns estudos, os métodos mais comuns para coletar informações antes de fazer uma compra são: 

  • Usando um site da empresa; 
  • Conversa cara a cara com um vendedor ou outro representante da empresa; 
  • Conversa cara a cara com uma pessoa não associada à empresa; 

No entanto, pesquisas apontam que cerca de 60% dos consumidores ainda recorrem às informações de amigos e familiares para fazer uma compra. 

As jornadas omnichannel também estão aumentando. Os clientes não estão mais confiando em fontes únicas.  

Segundo uma pesquisa recente, mais de 70% dos varejistas dizem que o omnichannel é importante para eles e que traz resultados mais consistentes para o negócio. 

Nesse sentido sobre o ambiente e a influência na decisão de compra, vale a pena destacar também o uso da estratégia de Business TV. Mas deixaremos esse assunto para um próximo artigo! 

Gostou das informações acima sobre influência na decisão de compra do cliente? Confira aqui os nossos serviços, e aproveite para compartilhar esse artigo em suas redes sociais! 

  

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *